segunda-feira, 11 de agosto de 2014

DO LIVRO: SENHORES DA ESCURIDÃO...

. 
O MAL...

MUITAS VEZES ELE SE MOSTRA ABERTAMENTE, CONFORME ACREDITADO PELA MULTIDÃO, SEM DISFARCES, SEM PROCURAR MISTIFICAR SUA  PRESENÇA COM APARÊNCIAS DE SANTIDADE. SUA FEALDADE MOSTRA-SE EM TODO SUA GRANDEZA.
SEM NENHUM ESCRÚPULO, EM DETERMINADA SITUAÇÕES SE APRESENTA COMO ALGO OU ALGUÉM ESTIVESSE AMEAÇANDO SUA" ESTABILIDADE POLÍTICA" . MOSTRA-SE SEM MEDO NEM PIEDADE, NUMA GUERRA DECLARADA A QUALQUER COISA, SER OU SITUAÇÃO QUE SE AFIGURE COMO ELEMENTO DE PROGRESSO.
EM OUTRAS OCASIÕES ELE SE DISFARÇA, POIS PRECISA IMISCUIR-SE EM REDUTOS CONTRÁRIOS A SEUS PROPÓSITOS . O MAL SE MASCARA ARDILOSAMENTE E POUCO A POUCO PENETRA NA MENTE, NOS PENSAMENTOS , NAS EMOÇÕES DOS REPRESENTANTES  DO PROGRESSO E DAS INSTITUIÇÕES  QUE PATROCINAM A EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO HUMANO. SILENCIOSAMENTE FAZ SUA OBRA , COMO SE FORA UM INSETO IMPERCEPTÍVEL QUE VAI CORROENDO CERTAS IDEIAS, BASILARES E POLÍTICAS    QUE LHE É OPOSTA. ESCONDIDO SOB UM MANTO DE APARENTE HUMILDE, O MAL VAI SE ALASTRANDO , TENDO COMO ARMAS AS PALAVRAS SUAVES, SUTIS E OS PENSAMENTOS DISSIMULADOS COM O VERNIZ DA EDUCAÇÃO E CONCEITOS DISTORCIDOS DA VERDADE, DA ÉTICA MORAL...