domingo, 8 de setembro de 2013

Negros... Essa Cor que fascina!!! Amooo!!!

Beautiful

Meu Ébano

É!
Você um negão
De tirar o chapéu
Não posso dar mole
Senão você créu!
Me ganha na manha e baubau
Leva meu coração...

É!
Você é um ébano
Lábios de mel
Um príncipe negro
Feito a pincel
É só melanina
Cheirando à paixão...

É!
Será que eu caí
Na sua rede
Ainda não sei!
Sei não!
Mas tô achando
Que já dancei!
Na tentação da sua cor...

Pois é!
Me pego toda hora
Querendo te ver
Olhando pras estrelas
Pensando em você
Negão, eu tô com medo
Que isso seja amor....

Moleque levado
Sabor de pecado
Menino danado
Fiquei balançada
Confesso
Quase perco a fala
Com seu jeito
De me cortejar
Que nem mestre-sala...

Meu preto retinto
Malandro distinto
Será que é instinto
Mas quando te vejo
Enfeito meu beijo
Retoco o batom
A sensualidade
Da raça é um dom
É você, meu ébano
É tudo de bom!...

Moleque levado
Sabor de pecado
Menino danado
Fiquei balançada
Confesso
Quase perco a fala
Com seu jeito
De me cortejar
Que nem mestre-sala...

Meu preto retinto
Malandro distinto
Será que é instinto
Mas quando te vejo
Enfeito meu beijo
Retoco o batom
A sensualidade
Da raça é um dom
É você, meu ébano
É tudo de bom!...


beauty

Negra Angela

Eu prefiro acreditar que é mentira
É brilho demais para um só olhar
É inspiração demais é muita lira
Mas meus velhos olhos nunca iriam me enganar

Ela negra negritude que fascina
Senhora menina, menina senhora me descontrolou
Ao expor seu lindo visual nessa retina
Sua voz que o próprio canto encantou

Hoje eu vi um lindo negro anjo
Anjo negro lindo anjo
Negra Ângela

É que eu vi um lindo negro anjo
Anjo negro lindo anjo
Negra Ângela

Aquele corpo inteiro
Me deixou cabreiro
E esse instinto masculino vive a me cobrar, me cobrar

Ah se eu fosse o primeiro
Segundos nem terceiros
Ocupariam meu lugar, meu lugar

É que eu vi um lindo negro anjo
Anjo negro lindo anjo
Negra Ângela.

ELAS...